Pages

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 11 de março de 2011

A tristeza permitida

Se eu disser pra você que hoje acordei triste, que foi
difícil sair da cama, mesmo sabendo que o sol estava
se exibindo lá fora e o céu convidava para a farra de
viver, mesmo sabendo que havia muitas providências a
tomar, acordei triste e tive preguiça de cumprir os
rituais que faço sem nem prestar atenção no que estou
sentindo, como tomar banho, colocar uma roupa, ir pro
computador, sair pra compras e reuniões – se eu disser
que foi assim, o que você me diz? Se eu lhe disser que
hoje não foi um dia como os outros, que não encontrei
energia nem pra sentir culpa pela minha letargia, que
hoje levantei devagar e tarde e que não tive vontade de
nada, você vai reagir como?
Você vai dizer “te anima” e me recomendar um
antidepressivo, ou vai dizer que tem gente vivendo
coisas muito mais graves do que eu (mesmo
desconhecendo a razão da minha tristeza), vai dizer pra
eu colocar uma roupa leve, ouvir uma música
revigorante e voltar a ser aquela que sempre fui, velha
de guerra.
Você vai fazer isso porque gosta de mim, mas também
porque é mais um que não tolera a tristeza: nem a
minha, nem a sua, nem a de ninguém. Tristeza é
considerada uma anomalia do humor, uma doença
contagiosa, que é melhor eliminar desde o primeiro
sintoma. Não sorriu hoje? Medicamento. Sentiu uma
vontade de chorar à toa? Gravíssimo, telefone já para o
seu psiquiatra.
A verdade é que eu não acordei triste hoje, nem mesmo
com uma suave melancolia, está tudo normal. Mas
quando fico triste, também está tudo normal. Porque
ficar triste é comum, é um sentimento tão legítimo
quanto a alegria, é um registro de nossa sensibilidade,
que ora gargalha em grupo, ora busca o silêncio e a
solidão. Estar triste não é estar deprimido.
Depressão é coisa muito séria, contínua e complexa.
Estar triste é estar atento a si próprio, é estar
desapontado com alguém, com vários ou consigo
mesmo, é estar um pouco cansado de certas
repetições, é descobrir-se frágil num dia qualquer, sem
uma razão aparente – as razões têm essa mania de
serem discretas.
“Eu não sei o que meu corpo abriga/ nestas noites
quentes de verão/ e não me importa que mil raios
partam/ qualquer sentido vago da razão/ eu ando tão
down...” Lembra da música? Cazuza ainda dizia, lá no
meio dos versos, que pega mal sofrer. Pois é, pega mal.
Melhor sair pra balada, melhor forçar um sorriso,
melhor dizer que está tudo bem, melhor desamarrar a
cara. “Não quero te ver triste assim”, sussurrava
Roberto Carlos em meio a outra música. Todos cantam
a tristeza, mas poucos a enfrentam de fato. Os esforços
não são para compreendê-la, e sim para disfarçá-la,
sufocá-la, ela que, humilde, só quer usufruir do seu
direito de existir, de assegurar seu espaço nesta
sociedade que exalta apenas o oba-oba e a verborragia,
e que desconfia de quem está calado demais. Claro que
é melhor ser alegre que ser triste (agora é Vinícius),
mas melhor mesmo é ninguém privar você de sentir o
que for. Em tempo: na maioria das vezes, é a gente
mesmo que não se permite estar alguns degraus
abaixo da euforia.
Tem dias que não estamos pra samba, pra rock, pra
hip-hop, e nem pra isso devemos buscar pílulas
mágicas para camuflar nossa introspecção, nem
aceitar convites para festas em que nada temos para
brindar. Que nos deixem quietos, que quietude é
armazenamento de força e sabedoria, daqui a pouco a
gente volta, a gente sempre volta, anunciando o fim de
mais uma dor – até que venha a próxima, normais que
somos.
Falei

(Martha Medeiros)

27 comentários:

Camila Monteiro disse...

Nossa, que texto!!!
Hoje resolvi voltar da minha montanha, me permiti ficar la por alguns dias e entender minhas tristezas, passa la no blog, o post de hj tem tudo a ver com o teu aqui.
Obrigada pela leitura excelente!
Beijos e otimo final de semana!

andreiaborba disse...

Olá!
Obrigada pelo post espetacular!
Grande beijo!
Déia

Dave disse...

Muito bom e sensato!

Há dias em que é preciso apenas silêncio e quietude. E poucas pessoas conseguem perceber e respeitar esse momento do outro.

Beijo!

Thaís Araújo disse...

Que TUDO esse texto!!!
Lindissimo...

Beijos.
www.consumisse.blogspot.com
@thaharaujo

Amanda Freire disse...

Edi, lindo texto me identifiquei muito!
http://glamour-feminino.blogspot.com/

Simplesmente Rapha disse...

Incrível como as vezes lemos textos de outros autores e pensamos: caramba! podia ter sido escrito por mim! Espero que vc curta sua tristeza, mas que fique feliz em breve. Bjinhos

.lívia. disse...

edi, q texto mais lindo! legal pq a gente se identifica msm! ótimo final se semana flor ;**

www.tofucolorido.blogspot.com

Manu disse...

Que texto perfeitooo!!
Amei!!
Tô seguindo ;)

Beijos


www.almadeperua.blogspot.com

Cris (Glossy House) disse...

Texto profundo...Realista...Como definir a tristeza que às vezes nos pega sem motivo algum? Difícil...Simplesmente devemos esperar que ela vá embora da mesma forma que chegou: sem avisar.

Beijos e um final de semana bem alegre pra vc!

Ana Flávia disse...

que texto lindo..profundo!
adoro os textos da Martha Medeiros,até algum tempo atras não conhecia,agora to viciada!!

beijos
http://alternativofashionista.blogspot.com/

Keilla Karollyne disse...

Uma vez encontrei um blog cheio de frases, poemas e afins da Martha medeiros, e o que mais gostei foi a capacidade dela de nos prender ao que ela diz. Lindo!

Agradeço a visita ao meu blog, seguindo vc ^^

:*

Mara Souza disse...

Adorei o texto, Edi! Todos nós nos sentimos tristes e temos dias ruins, e viver essa tristeza é necessário e normal pra que a alegria possa voltar com toda a força.

Beijos,
Mara
http://verypinksmile.blogspot.com

Suzala Moura disse...

a tristeza deve ser encarado como uma coisa normal e que acontece de tempos em tempos porque somos humanos. Victor Hugo já dizia: o riso constante é insano...pq alegria em excesso não pode ser considerado anomalia?? beijos

Renata Linhares disse...

Adorei o texto....

Tá rolando o 1º sorteio lá no blog. É um pincel mara da Sigma. Entra lá e participa!

Bjs!
http://scarpindeonca.blogspot.com/

Letícia disse...

Que texto espetacular!
Beijos
www.blog-every4girls.blogspot.com

Stella disse...

lindo texto.
eu concordo com a martha, é normal se sentir triste. é um sentimento normal. voce nao pode se entregar tem que reagir. mas é melhor enfrentá-lo do que disfarçá-lo.

http://rosadesbotado.blogspot.com/

Marilia Ferrante e Marina Ferrante disse...

Lindo esse texto!! Bem 'forte'..

http://mariliaemarina.blogspot.com

Nathii disse...

Oi Edi!
Nossa que texto lindo!
Adorei, mas a tristeza é assim mesmo, uma coisa comum, podemos acordar um dia super feliz, e no outro trites e sem nem saber por que motivo, podemos ficar tristes o dia inteiro mas tambem podemas seguir em frente, levantar a autoestima e continuar a vida com alegria!


Beijo e boa semana ^^

Náthalie Santana disse...

Pra variar, seus textos lindos!
Você arrasa!
beijos querida e obrigada pelo recadinho lá no blog!

Amanda Z. disse...

Uau, excelente texto (:
Adorei como sempre ^^

Beijos
http://diariodelooks.blogspot.com/

Ana Flávia disse...

Oi Edi só hj tive a oportunidade de pooder ler aquele texto que você me mandou sobre o dia internacional das mulheres.E achei o texto sensacional,se encaixa diretinho com as badeiras que eu carrego.. realmente não aceito parabéns no dia 8 de março..não to a fim de receber premio de consolação..
haha'

beijos,Ana.
http://alternativofashionista.blogspot.com/

Adriana Alfaro disse...

que texto ótimo, ainda não tinha lido!
concordo que a tristeza é um sentimento comum no ser humano! eu sou suuper otimista com tudo, e também não me conformo quando as pessoas me falam que acordaram tristes, é normal repelir isso!
adorei mesmo o texto!
beijoos!

Gabi Soares disse...

Lindo texto... hoje também não estou muito bem, mas não perco por nada o sorriso no rosto =)

Está rolando sorteio no blog, e te convido à participar.
Beeeijo!

http://gabisoaress.blogspot.com

Luna A.H. disse...

Oi Linda passando pra dizer que tem selinho pra voce no meu blog...
Aparece por lá e pega...

http://tyciahadi.blogspot.com/2011/03/seloo.html

Beijos =*

Elcimar Barboza Reis disse...

Que lindo o texto, adorei o tempo que eu repleti!!!!

Beijãoo=D Retribui o comment!!!

Divulgando o novo post: O resumo de Harry Potter: http://acessopermitidoblog.blogspot.com/

Biih e Luuh disse...

Obrigada pelo seu comentário e sua visita!

www.biiheluuh.blogspot.com

Sonhos De Deus disse...

Boa tarde,desenvolva uma visão de vitória,coloca em teu coração,a força de comquistar teus sonhos,tenha fé em Deus sempre.Ei pois eu creio vc vai sorrir!Parabéns,Uma semana com muita luz pr vc ,ti gosto muitooo!!!